Você está aqui: HomeMultimídiaFotosMárcio Vinicius Oliveira Sena
Márcio Vinicius Oliveira Sena

Márcio Vinicius Oliveira Sena

Desenvolvedor de Frontend (Pequi Sistemas e Labtime/UFG), Mestrando na UFG com foco em Computação Sensível a Contexto, Freelancer, tecladista, [...], e etc.

Sexta, 27 Setembro 2013 15:30

Programação Semanal

Domingo

           Escola Bíblica Dominical -------------> 09:00 h

           Culto Solene ----------------------------->  19:30 h

 

Terça-feira

         Reunião de Oração ---------------------->  19:30 h

 

Quinta-feira

         Estudo Bíblico ----------------------------->  19:30 h

Sexta, 27 Setembro 2013 13:40

Festa na Roça 2013

Sexta, 27 Setembro 2013 12:56

Junta diaconal

  • Diáconos
    • Diego Rocha
    • Francisco Marcos
    • (62) 3256-3275
    • Gustavo Carles
    • Manoel Cardoso
    • (62) 3271-4647
    • Norival Lopes Saraiva
    • (62) 9944-9745
    • Wilson Silva
    • (62) 8192-5354
    • Zadil Moreira Neves
Sexta, 27 Setembro 2013 12:32

Liderança

  • Pastor Titular:
    • Rev. Kleiber Almeida Morais
  • Pastores Auxiliares:
    • Rev. Mauri Tavares (Congregação Bougainville)
    • Rev. Narcizo Lourenço de Souza (Congregação Buena Vista)
  • Presbíteros:
    • Átila Santos Ávila
    • Benigno de Oliveira Torres Júnior (Secretário)
    • Divino Antônio Costa (Tesoureiro)
    • Divino Rogério Pereira Leal
    • Hely de Oliveira Santos
    • José Fernando da Silva
  • Colaboradores:
    • Ev. Fábio José de Carvalho (Congregação Jd. Maranata)
    • (62) 8451-6354
    • Ev. Rogério Vieira da Silva (Congregação Bairro da Vitória)
    • Sem. Diego Angeline Rocha (União da Mocidade Presbiteriana)
    • Sem. Tiago Fernando de Arruda Gonçalves (União Presbiteriana de Adolescentes)
    • Sem. Victor Giovanni Pina de Melo (União de Crianças Presbiteriana)
Sexta, 27 Setembro 2013 12:19

Nossa história

Vila OperáriaOrigens:

O registro mais antigo do trabalho presbiteriano na antiga Vila Operária e região de Campinas trata-se de um BOLETIM INFORMATIVO da Igreja Presbiteriana de Goiânia, hoje denominada Primeira Igreja Presbiteriana de Goiânia.

O boletim foi impresso por uma sociedade interna daquela igreja no ano de 1950.

Primeiras Escolas dominicais:

Referido informativo faz referência a quatro(4) ESCOLAS DOMINICAIS iniciadas pela Igreja Presbiteriana de Goiânia, a saber: 1ª : SEDE DA IGREJA CENTRAL; 2ª : SETOR ÁGUA BRANCA; 3ª: SETOR CAMPINAS e 4ª: VILA NOVA.

O trabalho da antiga Vila Operária, na realidade, teve início na região de Campinas, passando por algumas casas de irmãos e indo para a Av. 24 de Outubro nº 708, transferindo-se, finalmente, para a antiga Vila Operária(hoje Setor Centro Oeste), atual sede.

Registra-se que o trabalho iniciado na região de Campinas não diz respeito, ainda, às origens da atual Igreja Presbiteriana de Campinas situada na Av. 24 de Outubro, a qual surgiu anos depois, como resultado do trabalho desta igreja que adquiriu o terreno, erigiu as primeira construções, organizou a congregação e administrou-a até sua organização eclesiástica.

Denominação:

A Segunda Igreja Presbiteriana de Goiânia foi organizada eclesiasticamente em 14 de janeiro de 1961, sob a denominação: IGREJA PRESBITERIANA DE VILA OPERÁRIA.

Comissão de Organização:

A Comissão do Presbitério de Goiás, especialmente designada para organizar a igreja, tinha como presidente: o Rev. Saulo Afonso de Miranda; como relator: o Rev. Augusto José de Araújo; como membros: o Rev. Abmael Etz Rodrigues; o Presb. Lourival Pinto Bandeira; o Rev. Domiciano Avelino Macedo e, ainda, o Presb. Dr. Henrique Maurício Fanstone.

Rol de Membros:

À época da sua organização, o rol de membros era constituído de 90 comungantes e 47 não-comungantes.

Primeiro Conselho:

Antes mesmo da sua organização, a igreja contou com uma Mesa Administrativa, eleita em 18 de setembro de 1960, dirigida pelo Rev. Paulo Smith e composta pelos irmãos: Otonomista de Freitas, Baltazar Maria de Morais e Obed Assunção, este último, Evangelista e secretário da mesa.

Ordenação e Posse do primeiro Conselho e primeira Junta:

Por ocasião da organização da igreja, por voto da Assembléia Geral, ratificou-se a eleição anteriormente procedida do primeiro conselho e da primeira junta diaconal, sendo, de imediato, ordenados e instalado nos seus ofícios os eleitos.

Designação e posse do primeiro pastor:

No dia 28 de janeiro de 1962, o Rev. Augusto José de Araújo foi oficialmente empossado na condição de primeiro pastor da igreja pela comissão Especial do Presbitério de Brasília, cujos membros eram: Rev. Saulo Afonso de Miranda e Rev. Sebastião Tilman

Estatutos:

Os Estatutos da Igreja de Vila Operária foram aprovados no dia 11 de maio de 1966, registrando-se, na oportunidade, que o conselho era assim constituído: Rev. Augusto José de Araújo (presidente); Presb. João Rodrigues (vice-presidente); Presb. José Guilarde(membro); Presb. Antenor de Oliveira Santos (membro) e Presb. Nilson Ericson (membro).

Frutos colhidos: 

Resultado das orações, contribuições e trabalho desenvolvido pelos pastores, conselho, junta diaconal, membros e sociedades internas da igreja, temos em plena atividade: a Igreja Presbiteriana de Campinas; a Igreja Presbiteriana do Jardim América; a Igreja Presbiteriana Betânia; a Igreja Presbiteriana Finsocial; as Congregações Bairro da Vitória e Setor Bougainville e, ainda, o Colégio Evangélico Presbiteriano (____anos em atividade).

Nova denominação:

No dia 28 de novembro de 1993, em razão da mudança de nome do bairro “Vila Operária” para “Setor Centro Oeste”, a Assembléia da igreja aprovou, também, a mudança dos seus estatutos para alterar o nome da igreja que passou a denominar-se; SEGUNDA IGREJA PRESBITERIANA DE GOIÂINIA

 

A Deus toda a honra e glória por tão grandes bênçãos alcançadas nestes 50 anos de evangelização.

Sexta, 27 Setembro 2013 12:15

Visão

“NOSSO ALVO É AGRADAR A DEUS. Fazemos isto testemunhando de Cristo às pessoas, tornando-as membros da Igreja, edificando-as para o crescimento espiritual, equipando-as para o serviço cristão e enviando-as para evangelizar”.

*Nossa visão está expressa através do acróstico P.E.S.C.A.:

P roclamação
E nsino
S erviço
C omunhão
A doração

Sexta, 27 Setembro 2013 12:14

Missão

A Igreja Presbiteriana do Brasil tem por fim prestar culto a Deus, em espírito e verdade, pregar o Evangelho, batizar os conversos, seus filhos e menores sob sua guarda e “ensinar os fiéis a guardar a doutrina e prática das Escrituras do Antigo e Novo Testamentos, na sua pureza e integridade, bem como promover a aplicação dos princípios de fraternidade cristã e o crescimento de seus membros na graça e no conhecimento de Nosso Senhor Jesus Cristo”.

Sexta, 27 Setembro 2013 12:02

Quem Somos

O que é a sigla IPB?

A sigla IPB corresponde ao nome: Igreja Presbiteriana do Brasil que é uma federação de igrejas as quais possuem vários aspectos em comum. Entre estes aspectos estão: sua história, sua forma de governo, e sua teologia.

O nome “igreja presbiteriana” vem da maneira como a igreja é administrada, ou seja, através de “presbíteros” eleitos através de votação pelas igrejas locais.

Os presbíteros são de dois tipos: regentes (que governam) e docentes (que ensinam); estes últimos são os pastores.

Quanto à sua teologia, as igrejas presbiterianas são herdeiras do pensamento do reformador João Calvino (calvinismo) (1509-1564) e das notáveis formulações confessionais (confissões de fé e catecismos) elaboradas pelos reformados nos séculos 16 e 17. Dentre estas se destacam os documentos elaborados pela Assembléia de Westminster, reunida em Londres na década de 1640. A Confissão de Fé de Westminster, bem como os seus Catecismos Maior e Breve, são adotados oficialmente pela IPB como os seus símbolos de fé ou padrões doutrinários.

 

De Onde Viemos?

O presbiterianismo ou movimento reformado nasceu da Reforma Protestante do século 16. Tendo o protestantismo começado na Alemanha, sob a liderança de Martinho Lutero, pouco depois surgiu uma segunda manifestação do mesmo no Cantão de Zurique, na Suíça, sob a direção de outro ex-sacerdote, Ulrico Zuínglio (1484-1531). Para distinguir-se da reforma alemã, esse novo movimento ficou conhecido como a Segunda Reforma ou Reforma Suíça.

Todavia, poucos anos depois surgiu o francês João Calvino, que concentrou os seus esforços na cidade suíça de Genebra, onde residiu durante 25 anos. Através da sua obra magna, a Instituição da Religião Cristã ou Institutas, comentários bíblicos, tratados e outros escritos, João Calvino (1509-1564) traçou os contornos básicos do presbiterianismo, tanto em termos teológicos quanto organizacionais, à luz das Escrituras Sagradas.

 

O Presbiterianismo nos Estados Unidos

Nos séculos 17 e 18, muitas famílias presbiterianas emigraram para as colônias inglesas da América do Norte. Em 1859, a Junta de Missões Estrangeiras da Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos enviou ao Rio de Janeiro o Rev. Ashbel Green Simonton, fundador da Igreja Presbiteriana do Brasil.

 

O Presbiterianismo no Brasil

O surgimento do presbiterianismo no Brasil resultou do trabalho missionário do Reverendo Ashbel Green Simonton (1833-1869). Simonton chegou ao Rio de Janeiro em 12 de agosto de 1859, aos 26 anos de idade.

Em abril de 1860, ele dirigiu o seu primeiro culto em português. Em janeiro de 1862, recebeu os primeiros conversos, sendo fundada a Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro.

Outros Links

Nossos canais

SIPB

Rua Dr. Inácio Zacarias Pereira nº66 Setor Centro Oeste - Goiânia, Goiás - 74.550-070